HISTÓRIA
COM MAIS DE 13 ANOS DE EXPERIÊNCIA, A ARANGO CONTA COM BASES ESSENCIAIS À PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS INTEGRAIS EM ARMADURAS PARA BETÃO NA CONSTRUÇÃO CIVIL, OBRAS PUBLICAS E PARTICULARES.
  • 2006
  • DISTINÇÃO PME MADEIRA

    Fruto do seu desempenho, a esta empresa tem sido atribuído desde o ano de 2006 até 2009, a distinção PME Madeira.

    15 Maio, 2006
  • 2005
  • LIGADA ÀS MAIORES OBRAS EDIFICADAS NA REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA

    Desde o final de 2005 que a Arango tem estado ligada às maiores obras de Construção Civil e Obras Públicas edificadas na Região Autónoma da Madeira, bem como a atribuição por diversas vezes da distinção PME Madeira, fruto da sua reconhecida capacidade técnica, no cumprimento dos prazos dos contratos e especialmente na sua adequação às exigências das politicas de qualidade dos seus clientes. Encontra-se certificada pelo EIC.

    8 Dezembro, 2005
  • 2004
  • O PICO DE PRODUÇÃO

    Mas foi a partir do ano 2004, com a adjudicação de obras de grande dimensão como por exemplo, Túnel duplo do Caniçal, Marina do Lugar de Baixo, Túnel Faial/Santana, edifício Funchal Centrum, etc., que a Arango teve o seu pico de produção tendo a necessidade de investir numa nova máquina de corte e moldagem em novos meios de transporte para responder às necessidades do mercado.

    20 Fevereiro, 2004
  • 2003
  • UM SERVIÇO COMPLETO, INOVADOR E EMPREENDEDOR

    Em 2003, a Arango apresentava assim um serviço completo, inovador e empreendedor no sector das estruturas para betão no mercado regional: desde a sua preparação, corte, moldagem, entrega e aplicação em obra, tendo nessa altura uma capacidade instalada para a produção de cerca de 5000 toneladas/ano, contudo a quantidade produzida ficou aquém da capacidade máxima.

    10 Janeiro, 2003
  • 2002
  • O INICIO

    Em Março de 2002 é criada a Arango, surgindo como resposta a uma necessidade real na construção Civil do mercado regional da Ilha da Madeira, nomeadamente no subsector de estruturas para betão, caracterizado pela utilização de técnicas desactualizadas e por uma grande dispersão de meios. Edificou um pavilhão industrial na Zona Franca Industrial do Caniçal, ilha da Madeira, com uma área de aproximadamente 1050 m2, em conjunto, com um pequeno edifício com dois pisos com cerca de 80 m2 cada, onde funcionam os serviços administrativos, técnicos e de logística de apoio à sua actividade.

    1 Março, 2002